SPERANZA 50 ANOS – PATRIMÔNIO DE SÃO PAULO

outubro 31, 2008
Pizza Marguerita

Pizza Marguerita

Em novembro a pizzaria Speranza completa 50 anos, fundada em 1958 pela família Tarallo que no final da década de 50 deixou Nápoles e se estabeleceu no bairro do Bixiga,  na R. 13 de Maio, trazendo na bagagem a culinária italiana. São os precursores da pizza Margherita, os Calzones (pizza fechada), o Tórtano (pão de linguiça genuinamente napoletano), a sobremesa Pastiera di Grano, entre outras iguarias.

O primeiro restaurante que trabalhei ficava ao lado do Speranza e tive a oportunidade de conhecer a família, seus colaboradores e principlamente seus pratos, no começo tinha a Speranza como referência de qualidade, serviço e sabor. Admiro as pessoas que lá trabalham, sempre foram prestativos, verdadeiros companheiros de profissão, e reparo que alguns rostos estão presentes desde a fundação.

Sugestões

 

Sugiro o pão de lingüiça como entrada acompanhado de antepastos. O local não apenas oferece pizzas, estou escrevendo e sentindo o gostinho dos pratos, principalmente o contra-filé alla pizzaiola feito com molho frescos e tomates e manjericão, as massas guarnecidas com molho funghi ou putanesca (pra mim este o melhor molho de massa que existe, semana que vem conto a história e dou a receita aqui).

 

Para quem gosta de peixe sugiro o Salmone alla Griglia (salmão grelhado coberto com geléia de limão siciliano e manjericão).

 

A pizza Margherita é simplesmente perfeita seja na versão com mussarella normal ou com a de búfala e de sobremesa a tradicional pastiera di Grano.

 

Maravilhosa indicação, parabéns pelos 50 anos e um bom jantar pra vocês.

 

Endereços:         R. Treze de Maio, 1004 – Bela Vista – S.P  

                               Fones: (11) 3288-8502 e 3288-3512

 

                               Av. Sabiá, 786 – Moema – S.P

                               Fones: (11) 5051- 7615 e 5051-1229

Home page:       http://www.pizzaria.com.br/   

Anúncios

Pimentas, molhos e pastas refrescantes

outubro 30, 2008

Quem já provou os pratos da cozinha mexicana sabe que a pimenta é seu tempero principal, mas dentro desta culinária não encontramos apenas características picantes, de sabores insubstituíveis, acompanhados de pastas refrescantes ou até mesmo uma bebida bem gelada.

Essa gastronomia é rica em contrastes e foi descoberta pelos espanhóis que chegaram ao novo mundo em procura de ouro e encontrou ingredientes que levou para o velho mundo.

Os mexicanos já cultivavam nesta época o milho, o chile (pimenta),  feijões variados, o amendoin, o avocado, a batata doce, a abobrinha, o tomate e o pouco conhecido e altamente nutritivo o amaranto. Além das frutas como a papaia, o abacate e o abacaxi e também o chocolate e a baunilha, que modificam por completo o sabor dos alimentos.

Extraíram a farinha do milho e fizeram uma boa variedade de massas. 

Do tomate extraíram o molho tão essencial na culinária italiana.

Minha paixão nesta cozinha são os tacos de preferência os de carne. Adoro utilizar o chilli, desidratado em pó. Tem até um prato que leva esse nome, é simplesmente maravilhoso!

Para aqueles que freqüentam botecos sugiro um pouco desta cozinha: feijão vermelho com carne e pimenta chili, degustado com tortilhas de milho. Além do guacamole, uma pasta de abacate refrescante. Uma peculiaridade desta cozinha suas preparações são sempre servidas em conjunto, a picante e a refrescante.

Procure experimentar essas combinações!


Salada italiana com cogumelos

outubro 29, 2008

“Quero registrar uma homenagem a um dos responsáveis pela minha cultura gastronômica, o Chef Silvio Lancellotti, parceiro de vários anos. Dentre tantas criações desta época maravilhosa de minha vida esta receita é seguramente uma das mais interessantes”.

Salada italiana com cogumelos

Salada italiana com cogumelos

Ingredientes:

600g de shitake cortado a Juliana

600g de champignon inteiro

100g de tomate seco

100g de ervilha congelada

60ml de vinagre balsâmico

100ml de azeite de olivas

60g de alho laminado

sal

pimenta do reino

30g de folhas de manjericão

10g de tomilho

10g de segurelha*

Modo de fazer: Refogue as laminas de alho em azeite, adicione os cogumelos e no momento em que começarem a soltar água, despeje o vinagre balsâmico e misture bem até atingir o cozimento. Desligue o fogo e acrescente as folhas de manjericão, o tomilho e a segurelha, tampe a panela e deixe esfriar. Quando estiver frio, acrescente os tomates secos e as ervilhas, leve a geladeira e sirva no dia seguinte.


CROQUETES DE CARNE RECHEADOS COM GORGONZOLA

outubro 24, 2008

Ingredientes:

10ml de azeite de olivas
10g de cebolas picadas
10g de alho picado
10g de alho poró picado
150g de carne moída patinho
20ml de molho de tomate
40ml de caldo de frango
80ml de caldo de carne
100g de farinha de trigo especial
10g de salsa picada
Sal a gosto
01 ovo
20g de farinha de trigo
20g de farinha de rosca feita com pães torrados
40g de queijo gorgonzola desmanchado com o auxílio de um garfo

Modo de fazer

Refogue no azeite as cebolas, o alho, o alho poro. Depois frite a carne e adicionar os caldos e o molho de tomates. Leve a fervura, acrescente a farinha, aos poucos, até obter a massa. Tempere com a salsa, reservar e deixar esfriar. Enrole os croquetes e recheia com queijo gorgonzola. Empane, passe cada bolinho no ovo, na farinha de trigo e na farinha de rosca.

Dica: no momento da fritura procure deixar o óleo em uma temperatura não muito quente, pois queremos que o calor da fritura penetre nos croquetes ao ponto de derreter o queijo.


Filé de linguado recheado

outubro 22, 2008

– 08 filés de linguado do tamanho pequeno com cerca de 120g cada, temperados com sal e pimenta do reino branca;
– 08 camarões médios, temperados com sal, limpos e cortados no seu comprimento, divididos em dois;
– 500 ml de creme de leite;
– 200g de espinafre cozido e picado;
– 100g de manteiga;
– 100g de queijo gorgonzola;
– 50g de salsa bem picada;
– 50g de alho picado;
– sal;
– 200 ml de leite;
– Noz moscada;

Peixe

Coloque dois filés de peixe em cada prato e tempere com sal e pimenta do reino. Sobre um filé passe uma pasta feita com gorgonzola, salsa, alho e metade da manteiga. Cubra com os camarões pré – cozidos (dois por porção) e coloque o outro filé de peixe por cima, feche bem e envolva com papel alumínio. Cozinhe em água fervente por 8 minutos.

Dica – deixe sempre a parte externa dos filés, aquela que estava em contato com a pele para o lado de fora, em contato com o papel alumínio. Recomendar-se untar o papel com manteiga ou um fio de azeite.

Molho

Em uma panela derreta a manteiga, adicione o creme de leite e o leite. Misture bem e deixe reduzir um pouco, coloque as folhas de espinafre pré-cozidas e tempere com sal. Deixe reduzir até o ponto de creme. Polvilhe a noz moscada moída na hora e cubra o peixe desembrulhado.

Dica – A noz moscada perfuma e remove o cheiro de leite da nossa preparação. Sugiro que não se use farinhas ou amidos para engrossar este molho.

Saudações Gastronômicas


Alimento para a alma

outubro 21, 2008

Uns dizem que o alimento da alma é a fé, outros dizem que é a música, a poesia e o amor. Mas acompanhado de tudo isso estão os momentos onde se compartilha as refeições, os almoços de domingo, os churrascos com os amigos e até aquelas reuniões mais íntimas.

O alimento é sagrado, nutre o corpo e dá a ele a emergia necessária para seguirmos em frente. Mas nutri-se também a alma.

Todos nós temos lembranças de sabores e aromas de receitas caseiras feita pelos nosos avós , nossos pais ou até mesmo aquela comida que experimentamos poucas vezes na casa de algum conhecido.

Quando alimentamos a alma começamos pelo cheiro, ele desperta emoções e traz lembranças de momentos vividos em volta da mesa, dentro de uma cozinha, da rotina na hora dos jantares da infância….

Se cozinhar é um estado de espírito passamos um pouco de nós em cada receita.


Pimenta, sabores e benefícios

outubro 20, 2008

Pimenta para todos os paladares

Pimenta para todos os paladares

A pimenta que arde na boca tempera pratos salgados, apimenta pratos doces e traz benefícios para saúde, em suas cores vermelha, amarela, verde, branca e preta. Seu formato varia entre fina, grossa, comprida, enrugada, lisa, redonda e pequena. Pimenta branca, pimenta do reino, pimenta da índia, a malagueta, encontrada no México, e muitas outras espécies.

A natureza multiplicou a variedade da pimenta para satisfazer os paladares mais exigentes e ser usada em combinações culinárias do mundo inteiro, desde a mais ardida a mais suave. Já vi pessoas comerem pimenta, como aperitivo, acompanhado de cerveja.

Benefícios da pimenta

* contêm antioxidantes: o betacaroteno, vitaminas A, E, e C e ácido fólico, que reúne importantes agentes anticancerígenos;
* atua como vasodilatadora, a pimenta previne o enfarto;
*armazena potássio, que é um dos preventivos de derrames;
*é descongestionante nasal e alivia os sintomas da sinosite;
* contêm pouquíssimas calorias e são livres de colesterol;
* têm baixa taxa de sódio;
* estimula a liberação de sucos digestivos, a pimenta protege a mucosa estomacal contra o ácido e o álcool;
* estimula a salivação, neutraliza os ácidos bucais e limpa os dentes, assegurando gengivas sadias.