Uma breve história da gastronomia japonesa – Parte 1

outubro 1, 2009

washoku%201[1]

 

 

 

 

 

 

 

 

Registros indicam que os japoneses iniciaram o cultivo de arroz em campos alagados e tornaram-se uma sociedade agrícola por volta de 2.500 a.C.. Desde essa época, os japoneses passaram a ter como alimento principal o arroz. No séc. VIII, passaram a fazer suas refeições utilizando os “ohashi”, famosos palitos de origem chinesa.

A refeição para os japoneses é constituída do prato principal, denominado “gohan” ou “meshi”, e a dos acompanhamentos, denominada “okazu”. “Gohan” é o arroz cozido sem tempero. “Okazu” são pratos de verduras, peixes e outros, temperados com “Shoyu” ou “Misso” que são condimentos à base de soja fermentada. O ator principal da mesa de refeição é o arroz, rico em carboidrato e proteína de origem vegetal.

Um grande acontecimento na história da vida alimentar dos japoneses foi a introdução do budismo no Japão no século VI, que proíbia a matança de seres vivos. Até então, os japoneses alimentavam-se não só de peixes e crustáceos, mas também de animais silvestres caçados, como veados, javalis e outros.

Era raro criar animais domésticos para fins de alimentação, isso se limitava praticamente à criação de aves (galinhas). Segundo o xintoísmo, as galináceas eram aves sagradas mensageiras de deuses, criadas tanto como despertador quanto para a rinha (luta de galos). Além disso, no Japão não se ordenhava leite de animais domésticos para beber nem havia alimentos derivados de laticínios, como a manteiga e o queijo.

Nos séculos VII e VIII, quando o Estado passa a ser administrado seguindo os preceitos do budismo, os imperadores promulgavam com freqüência leis que proibíam o uso de animais para alimentação. Foi necessário um longo tempo para que o povo se esquecesse do gosto da carne, mas sabe-se que por volta dos séculos XI e XII a proibição já tinha se tornado de domínio público, e as pessoas passaram a sentir peso na consciência ao consumir carnes, principalmente no caso de mamíferos. Com isso, para os japoneses que aboliram a carne, a iguaria mais apreciada passou a ser o prato de peixe. O Japão é um país insular com litoral bastante longilíneo, rico em recursos alimentícios obtidos do mar, como peixes, crustáceos e plantas marinhas e os japoneses assim se tornaram o povo que mais aprecia os pratos de peixe do mundo.

Para os japoneses a maneira mais gostosa de saborear o peixe é o “sashimi”, finas fatias de peixe in natura seridos com raiz forte e shoyu. O peixe que não pode ser servido como “sashimi” porque não está mais tão fresco, é consumido assado normalmente na brasa apenas temperado com sal. Quando o peixe não está mais fresco a ponto de não poder ser saboreado assado é próprio para ser cozido com os temperos como “misso” ou shoyu e sakê, com o acréscimo de condimentos como o gengibre.

A filosofia de arte culinária no mundo preconiza: “Arte culinária significa transformar, com o uso de técnicas criadas pelo homem, em comestível aquilo que não pode ser consumido in natura. Outrossim, arte culinária é a criação de sabor não existente na natureza”. Em contrapartida, a filosofia da arte culinária tradicional do Japão enfatiza algo paradoxal: “O ideal da arte culinária consiste justamente em não se recorrer à arte culinária”. Deve-se limitar ao mínimo possível a interferência da tecnologia no gênero alimentício e deve-se consumi-lo o mais próximo possível do seu estado natural.

Continua………….

 

Anúncios

Chef Muran no Domingo Legal

dezembro 5, 2008

Olá, amantes da gastronomia – Chef Muran na pista à negócios!

Eu avisei todos que estou em uma missão gastronômica e que não iria parar! Pois bem, depois de servir ao Ronnie Von e seus convidados pratos típicos da cultura africana, chegou a hora de dar um passada no SBT. Esse domingo participarei do programa Domingo Legal, mostrando um pouco das possibilidades que a Gastronomia pode nos fornecer. Mas não vou revelar muito o que vai acontecer para não estragar a surpresa, por isso, te espero do outro lado da telinha no domingão.

E aí tem um palpite do quadro que participarei? – Deixe seu voto na enquete abaixo e vamos ver se descobre. Até domingo.

Domingo com Legal com Participação do Chef Muran

Domingo, 07 de dezembro de 2009 a partir das 18h30 (Horário de Brasília).


Saudações gastronômicas

novembro 22, 2008

Fala galera!

Chef Muran na área e com várias novidades, muita gente já falando comigo sobre a participação no Todo Seu. Queria agradecer os elogios e o apoio de todos que assistiram, valeu! Quem não conseguiu conferir, pode ficar tranqüilo, pois já estou preparando um compacto com os melhores momentos, por isso, fiquem ligados! – E quem acha que eu parei por aqui, realmente se engana, estou numa missão gastronômica e com diversas paradas pela frente, por isso, fiquem ligados no blog, pois têm muita novidade surgindo e sempre contarei em primeira mão aqui, e fiquem atentos pois as primeiras já direi na semana que vem.

Saudações gastronômicas.


Os primeiros sinais da gastronomia

outubro 7, 2008

A gastronomia, segundo o dicionário Melhoramentos, é a arte de cozinhar ou comer bem. Essa arte acompanha a evolução do homem nos hábitos e nos avanços tecnológicos. Vemos que o prazer de comer continua, mas o modo de preparar o alimento desde o abate de um animal, a preparação de uma massa e de um simples tempero, mudou muito. Hoje não se come como se comia há 100, 200 ou 1000 anos atrás.

Dizem os historiadores que a gastronomia começou na era paleolítica quando o homem desceu da árvore e começou a caçar com o objetivo de saciar a fome, sem se preocupar com o paladar.

Logo em seguida veio o fogo e o homem passou a assar a carne e descobriu um sabor diferente. Dizem até que o fogo é o primeiro tempero da gastronomia, pois ele altera o sabor dos alimentos conforme sua temperatura.

O homem saiu da caverna construiu sua casa, cultivou os frutos da terra, começou a armazenar os alimentos e deixou de comer apenas por necessidade e passou a comer por prazer.

Outro tempero importante foi o sal. Os homens observaram que os animais lambiam a pedra ardósia e aí passou a fazer a extração do sal na pedra e depois do mar.

Não demorou muito para explorar novas terras e descobrir novos sabores e temperos, dando inicio uma globalização gastronômica. Como diz um samba enredo da X-9 “Gastronomia hoje é carnaval”.


Saudações Gastronômicas

setembro 19, 2008

Depois de um bom tempo de espera, finalmente está no ar o meu blog. Aqui você não encontrará somente dicas de receitas, fará uma viagem pelo mundo da gastronomia.

Agora teremos um espaço destinado para troca de informações, dicas, curiosidades, notícias e tudo o que envolve o universo gastronômico. Aqui você não encontrará somente receitas, mas também debates e concursos que de maneira criativa irão promover o enriquecimento da cultura gastronômica.

Bem vindos, saudações gastronômicas